Irmãos

Uma das minhas primeiras lembranças de infância é a do dia em que você nasceu. Nosso pai sempre teve gosto pela tecnologia e costumava gravar fitas de áudio. Então já ouvi uma pequena Ju cantando… “eu quelia um nenê”! Hahaha

E aí eu desenhava você, loura e de olhos azuis. Até que você nasceu. Me lembro de ficar presa na cozinha com a Nana porque uma cigarra enorme tinha entrado na casa. Sei que me irritei com o medo da nossa irmã mais velha e sai correndo dali, enfrentando “o monstro”. Tá certo, até hoje não sou fã dessas criaturas cantantes, mas ainda não entendo esse pânico de vocês…

Então você chegou em casa. Eu estudava no jardim de infância e lembro da Nana me buscar e falar sobre você enquanto subíamos o elevador. As recomendações eram que eu não podia fazer barulho e nem te pegar sozinha. O quarto estava meio escuro, para proteger seus olhos de bebê. Eu fiquei na ponta dos pés para te ver. E lembro que você já tinha brincos nas orelhas! Parecia um filhotinho, toda delicada, minha bonequinha.

Mais de 20 anos depois deste episódio, me pego pensando nisso porque hoje meu afilhado se tornou um irmão mais velho. Que delícia vai ser acompanhar estes dois pequenos se conhecendo e crescendo juntos! Saudades de você, irmãzinha.

Anúncios

Para sempre Alice

Mais um filme que me encantou. Na história, Alice uma famosa professora de linguística que começa a ter lapsos de memória, esquecendo palavras e se perdendo nas ruas de Nova York. Ao investigar o motivo, ela descobre ser portadora de Alzheimer precoce. Essa descoberta testará os seus vínculos familiares e a levará a perder o que ela mais preza, sua capacidade de se comunicar com clareza.

O filme mostra o medo e a angústia de Alice quando ela começa a se perder de quem era. As dificuldades encontradas pelo marido, que deixa de ser um parceiro e passa a ser um cuidador. As diferenças nas atitudes dos filhos, em relação a querer ou não saber se eles também são portadores da doença e a adaptação à nova vida da mãe.

O tema é muito delicado e foi abordado de forma sensível e bonita. O mais interessante, na minha opinião, foi poder ver os sintomas iniciais e a visão do familiar que também se torna um cuidador. Um dramão, daqueles que nos fazem pensar em como a vida pode se transformar completamente, independente das nossas vontades. Para renovar nossa vontade de viver e nos lembrando de viver o momento e aproveitar o agora.

Julianne Moore ganhou vários prêmios, incluindo o Globo de Ouro, Bafta e o Oscar por este papel.

A Teoria de Tudo

Finalmente, eu assisti A Teoria de tudo. Um filme de amor. Conta a história de Stephen Hawking desde o período de estudante de doutorado, passa pelo descobrimento da sua doença e pelo seu sucesso como físico. Muito interessante também perceber a genialidade do físico e sua vulnerabilidade ao se deparar com os desafios da sua nova condição de vida. O filme é baseado no livro de sua esposa, Jane Hawking.

A-TEORIA-DE-TUDO-

Eddie Redmayne, o ganhador do Oscar pelo papel de Stephen é impressionante. Ele demonstra uma linguagem e adaptação corporal fantástica. Felicity Jones é Jane, a doce e tímida garota que dedicou a sua vida ao cuidado do homem que amava e da família que eles formaram.

A trilha sonora tem muitos elementos de música clássica e eletrônica. O figurino também me encantou. O filme nos leva a reflexão sobre o sentido da vida e a importância de valorizar as pessoas que estão ao nosso lado. Fofo recomenda!

Stephen e Jane na ficção e na vida real

Stephen e Jane na ficção e na vida real

Estrela

Hoje a saudade bateu forte. Como um soco no estômago. Saudade de cantar o pinheirinho de Natal e queimar os dedos segurando as velas acesas. Saudade das rabanadas fresquinhas. De buscar cascas de árvores para enfeitar o presépio. Do sino tocando, nos avisando que o almoço está pronto. De você me pedir para ler aquele versículo alto, para toda a família ouvir, mesmo sabendo que eu morria de vergonha. De ouvir os cantos gregorianos. De andar pela cidade dizendo o nome de cada uma das árvores que encontrávamos pelo caminho. Das suas danças estilo Carmem Miranda. Do vinhozinho de cada dia. Dos verões em Itapoã. De você dizer “Feliz de você que tem uma vó para te dizer isso…”

voeju

Tantas vezes, você cuidou de mim. Das doenças de criança, dos aborrecimentos de adolescente. Das dúvidas de jovem adulta. Da sua maneira, você me ensinou tanto sobre a vida! Mais tarde, eu também cuidei de você. E agora, a Estrela mais brilhante é você.

A herança mais cara, mais rara, você deixou pra mim. Foi exemplo de mulher forte, guerreira, que sabe o que quer. Que não fica parada. Que faz, corre e luta para ser feliz.

A elegância, gentileza e sabedoria. O gosto pela música e arte. A educação e empatia. Isso não tem fortuna no mundo que pague. Afinal, a saudade é o amor que fica¹. Que quando não cabe mais no coração escorre pelos olhos². Eu espero um dia, poder ser exemplo para a minha família como você foi para mim.

¹ Dr Rogério Brandão

² Bob Marley

A minha pessoa

Em 2005, eu era uma estudante universitária. Estava começando a entender este mundo da Enfermagem, dos hospitais. E então eles chegaram. Os residentes do Seattle Grace Hospital: Meredith Grey, Izie Stevens, George O’ Malley, Alex Karev e Cristina Yang. Poder ver que aquele grupo de residentes tinha medos e dúvidas tão parecidas com as minhas foi um alívio. E uma diversão.

No começo, eu não gostava muito da Cristina. Seus comentários sempre tão ácidos, a paixão pelo trabalho e os movimentos perfeitos. Seu jeito tão “tubarão” de ser… Aí a amizade dela e Meredith vai aumentando e se torna o relacionamento mais forte do seriado. E então ela define “a minha pessoa”.

Quer uma declaração maior do que essa? Uma amizade cheia de carinho, sarcasmo, dança e tequila. Tão verdadeira e segura. Daquelas que queremos na vida real.

A Drª Yang é mais do que isso. Ela já passou por poucas e boas! Foi deixada no altar, perdeu o pai, sobreviveu a um acidente de avião e ao trauma pós tiroteio, cantou Like a Virgin no Centro Cirúrgico… Sem contar as cirurgias mais complicadas e os desfechos sempre incríveis!

Muitas vezes quando já estava trabalhando na Cardiologia, eu conseguia ligar os casos dela às experiências que eu tinha no hospital. A cirurgiã cardíaca ia se orgulhar da enfermeira aqui!

E no final da 10ª temporada, Cristina se despediu. A atriz Sandra Oh não renovou seu contrato. Apesar disso, ela deu vida a uma das personagens mais emblemáticas da TV americana.Os roteiristas de Grey’s Anatomy vão ter muito trabalho na nova temporada.

E nós, vamos sentir saudades.

Meredith e Cristina

Meredith e Cristina

Diário de um estágio II – na terra da garoa

Cheguei em São Paulo cheia de expectativas e medos. A começar pelo avião que não é um meio de transporte que me agrada muito… depois a cidade enorme e desconhecida que me esperava. Me senti bem em meio aos prédios enormes e  todas aquelas pessoas que parecem correr o tempo todo! Me surpreendi com a simpatia e com a facilidade que senti em andar pela cidade. A noite, mais um medo: os plantões noturnos! Chegando no estágio, a professora era muito tranquila e após algumas explicações ela perguntou quem gostaria de começar com os partos. Não pensei duas vezes e quando me vi, já estava paramentada esperando o bebê nascer. Parece que não durou nem um minuto e ela estava nas minhas mãos. O cordão umbilical dava uma volta no pescoço. Eu apenas deslizei o cordão pelo meu dedo e pronto, tudo certo. Era uma menina! Foi um momento de muita emoção e felicidade. Achei que eu fosse chorar também. Me senti uma enfermeira obstetra pela primeira vez.

Mais tarde, já de madrugada, fiz meu segundo parto. Desta vez, era um menino. Também não demorou nada e a mãe era de uma calma muito tranquilizadora. Já estava amanhecendo e eu precisava descansar um pouco antes de sair para conhecer a cidade.

enfermary

Foto: enfermary.blogspot.com

Genealogia

Pessoal, depois um tempinho sem postar nada, estou de volta!  Para quem tem interesse em fazer sua árvore genealógica online o Meus Parentes é uma boa pedida. Nele você pode montar a sua árvore e ainda convidar seus familiares para irem completando junto com você. Também existe um espaço para criar álbuns de fotos, pesquisa de antepassados e conversas nos fóruns. Diversão em família.