Mais cartas de amor

Conheci um site muito lindo chamado More love letters. Tudo começou quando Hanna Brencher se mudou para Nova York e percebeu que a vida na Big Apple não seria tão glamourosa quanto ela imaginou. Ela ficou deprimida e encontrou conforto ao escrever. Começou como um diário, depois ela passou a escrever e espalhar cartas de amor, apoio e força pela cidade. Daí ela começou um site onde perguntava se as pessoas precisavam receber cartas assim. Ela acabou recebendo tantos pedidos que não conseguiu mais responder sozinha.

Hoje qualquer pessoa pode ajudar escrevendo cartas para alegrar o dia de alguém desconhecido. A equipe do site escolhe algumas histórias e qualquer um pode enviar uma correspondência. Você também pode indicar um amigo ou familiar para receber cartas de pessoas do mundo todo! Ainda existe uma sessão onde as pessoas enviam as cartas que foram encontradas pelo mundo. Achei uma ideia linda e tão delicada… Eu com certeza adoraria receber. Por enquanto, todas as mensagens são em inglês, mas já existe uma ideia para levar este projeto para outros países. Fofo recomenda!

Anúncios

Parto Normal está no meu plano

Eu sou uma grande defensora do parto normal. Sei que muitas mulheres da minha geração não querem nem pensar nessa possibilidade. Algumas por medo, outras apenas por falta de conhecimento. As novelas e filmes costumam mostrar o parto como sendo uma coisa anormal e isso acaba contribuindo para a quantidade exagerada de cesarianas que acontecem no Brasil.

Pensando nisso, a  Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e o Ministério da Saúde lançaram uma campanha de visando reduzir o número de partos cesáreos no país. O site é bastante interessante, com sessões que tiram as dúvidas mais frequentes, dados estatísticos, depoimentos de mulheres, além de publicações sobre o assunto. Acho que é um material muito válido para profissionais de saúde e para toda a população, pois o tipo de parto é uma decisão da mulher em conjunto com o profissional que a acompanha. Este profissional, sendo médico ou enfermeiro obstetra é responsável por ajudar na decisão no sentido de esclarecer possíveis dúvidas e falar sobre os benefícios e malefícios de cada tipo de parto. Vale a pena conhecer e divulgar esta campanha.

partonormalcampanha

Campanha de vacinação: Rubéola

A campanha de vacinação contra a rubéola já começou. Todas as pessoas em idade fértil devem se vacinar. Esse intervalo varia de acordo com a região, no DF, se você tem entre 20 e 39 anos deve ser vacinado. Tudo isso visa evitar a Sídrome da Rubéola congênita, que é uma infecção fetal que pode causar malformações, catarata, glaucoma, surdez e até cardiopatias. O Ministério da Saúde criou um site chamado Brasil Livre da Rubéola onde é possível aprender mais sobre a doença e tirar muitas dúvidas sobre a vacinação.